QUEM VOCÊ É É MAIS PODEROSO DO QUE O QUE VOCÊ FAZ


Eu não acredito num cristianismo onde você tem que se esforçar para não pecar. Eu acredito num cristianismo onde você tem que fazer força se quiser pecar.


Como assim?


Quando você recebe a Cristo você se torna uma nova criatura. Isso significa que você nasce de novo. E se você nasceu de novo o pecado já não tem mais domínio sobre você.


O problema é que a gente tem o péssimo habito de achar que o que fazemos determina quem somos. É por isso que existe muita gente por ai que acha que se você pecar você perde a salvação. Mas deixe-me fazer uma pergunta: Quando você não tinha Cristo as coisas boas que você fazia tornavam você uma pessoa santa? Obviamente a resposta é não. Então porque você acha que agora que você tem Cristo se você tropeçar você deixará de ser santo? Então quer dizer que agora que você recebeu salvação o que você faz é mais poderoso do que quem você é? Isso significa que antes de ter Jesus o que você fazia não mudava quem você era (Você era pecador e ainda que fizesse muitas coisas boas isso não te tornava santo). Mas agora que você nasceu de novo o que você faz muda quem você é? Se você pecar você deixa de ser santo e se torna pecador novamente?

Não faz sentido não é mesmo?


Pior do que isso é o fato de que de que muitos ainda acreditam que mesmo tendo recebido a Cristo continuam carregando uma identidade de pecadores...


Mas por que muitos pensam assim? Porque isso é o que a condenação diz. A condenação sempre dará nomes a você com base naquilo que você faz de errado. Então se você mentiu, por exemplo, significa que você é mentiroso.


Só que tem um problema com isso... Se o que você faz determina quem você é então Cristo morreu em vão. Se a minha identidade é determinada pelas minhas ações, então era só eu parar de pecar que eu deixaria de ser pecador, correto? Ah mas ninguém consegue parar de pecar totalmente não é mesmo?! Sendo assim ninguém pode deixar de ser pecador; e se ninguém deixa de ser pecador todo mundo vai para o inferno. Oh meu Deus e agora, quem poderá nos defender??


É ai que entra Jesus na história. Jesus veio justamente para quebrar o domínio do pecado sobre nossas vidas e nos dar uma nova identidade. De modo que se você está em Cristo você recebe uma nova natureza e se torna santo. Então agora, apesar de estar sujeito a pecar (pois ainda está num corpo que carrega vestígios do pecado, até que seja revestido de um corpo glorificado), a sua identidade não é mais de pecador. E ainda que você peque você não deixa de ser santo.


E se você entende isso, eu volto no que falei no começo: Eu não acredito num cristianismo onde você tem que se esforçar para não pecar. Eu acredito num cristianismo onde você vive de acordo com sua nova identidade em Cristo, isto é, como um filho amado por Deus, santo e justo.


Uma vez que você entende que você deixou de ser pecador pela fé na suficiência do sacrifício de Cristo na Cruz, porque você voltaria a viver no pecado? Isso não é mais compatível com a sua identidade.


Isso se chama convicção. A convicção é diferente da condenação. Enquanto a condenação diz: "Você mentiu! Você é um mentiroso". A convicção diz: "Isso é muito abaixo da sua real identidade e do seu valor. Você é extraordinário demais para mentir. Isso não combina com você". Uma vez que você entende quem você é você não vai querer viver algo que você não é. Se você nasceu de novo, você se tornou uma nova criatura em Cristo e tudo se fez novo.


Se você sujar suas mãos não significa que todo seu corpo está sujo. Se sujar seu corpo não significa que você é uma pessoa suja. A questão não é o quanto você se suja, mas quão constantemente você se lava.


Então por que os cristão ainda pecam?

Porque eles acreditam nas mentiras de Satanás. Todo pecado que um cristão comete é um momento de crise de identidade. Todo pecado que um cristão comete é fruto de uma mentira que foi plantada em seu coração e que ele permitiu que brotasse.


Por isso eu acredito num cristianismo em que você precisa fazer mais força para pecar do que para não pecar. Porque quem Cristo diz que você é tem muito mais poder do que o que o diabo quer que você faça.


Quando você entende que você é filho você não consegue mais viver como escravo.

194 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo