DEUS É UM CAÇADOR DE TESOUROS


Quando meu irmão e eu éramos crianças, nosso pai costumava fazer algo muito divertido conosco. Frequentemente quando ele queria nos dar um presente ou algum dinheiro, espalhava pistas pela casa toda e nos dava um mapa. À medida que seguíamos o mapa encontrávamos as pistas; cada uma delas continha uma charada cuja resposta correspondia a uma dica para a próxima pista. Normalmente não se tratava de uma competição, mas sim de uma diversão em família. Meu irmão e eu embarcávamos nessa jornada em busca do tesouro que muitas vezes eram algumas moedas, notas de dinheiro ou alguma lembrancinha. Algo simples, mas que nos deixava muito contentes e animados. A recompensa final era sempre gratificante. Meu pai planejava tudo para que encontrássemos o tesouro; nossa missão era apenas ir à busca. E nós íamos com toda empolgação!


Da mesma forma nosso Pai Celestial também deseja nos conduzir na busca por tesouros preciosos: pessoas sobre quem Ele deseja derramar Seu amor e compaixão e demonstrar Seu poder e bondade. Ele escolheu você para ir atrás desses tesouros e ser o canal por meio do qual Ele irá se manifestar!


Vendo à partir da perspectiva do Céu


A Palavra de Deus nos mostra que Ele mesmo é um caçador de tesouros e que o Reino dos Céus é comparado a um grande ‘Caça ao tesouro’:


“Também o reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido em um campo, que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem e compra aquele campo”. (Mateus 13:44)


A princípio, este texto pode parecer um pouco sem sentido para você, como era para mim. Afinal quem, em sã consciência, ao encontrar um tesouro, o enterraria em um terreno e venderia tudo que tem para comprar o terreno onde ele mesmo escondeu a riqueza? Obviamente seria muito mais sensato pegar o tesouro e continuar com tudo que você já tem. Qual a razão de escondê-lo em um campo e abrir mão de tudo que possui para comprar um pedaço de terra, quando poderia continuar com tudo e ainda ter o tesouro sem precisar comprar a propriedade? Não é nem um pouco lógico, aparentemente. Até que você veja da perspectiva do Céu.


Precisamos entender algo importante: a perspectiva do Céu é diferente da perspectiva terrena. Deus não vê as coisas como nós vemos. Ele deixou isso claro a Samuel quando disse a ele algo como: “Você olha o exterior, mas eu vejo de uma forma diferente” (Veja 1 Samuel 16:7). Isso significa que ele usa uma escala diferente para ver e avaliar as pessoas e as circunstâncias. Por toda Bíblia é possível observar isso. Como, por exemplo, quando Jesus estava diante de uma multidão de mais de cinco mil pessoas e tinha apenas cinco pães e dois peixes para servir a todas aquelas pessoas. Na visão dos discípulos era algo impossível. Eles questionaram: “O que são cinco pães e dois peixes para tanta gente?” (João 6:9). Jesus, entretanto, via de outra perspectiva e com apenas aquela pequena quantidade de comida, Ele alimentou a multidão. Onde os discípulos viam algo impossível, Jesus via uma multiplicação sobrenatural e uma multidão saciada. Da mesma forma foi com Ananias, quando Deus falou com ele para orar por Saulo. “Mas Senhor, eu tenho ouvido falar a maldade que esse homem tem feito aos seus discípulos” ao que o Senhor respondeu: “Vai porque ele é para mim um vaso escolhido” (Atos 9:11-15). Naquele em quem as pessoas viam um homem mau, assassino, perseguidor de cristãos, Deus via alguém com um chamado poderoso para levar o evangelho de Jesus às nações. Uau! Isso é extraordinário! Deus vê de outra perspectiva e, se quisermos, podemos mudar a nossa visão e ver como Ele vê também. Isso é a revelação: quando nossos olhos são abertos e passamos a ver aquilo que estava ali o tempo todo, mas que não éramos capazes de enxergar.


“O objetivo da revelação é simples: Ver o que Deus vê, ouvir o que Deus ouve e falar o que Deus fala para que possamos todos amar da maneira que Ele ama” - Shawn Bolz


Dessa forma, podemos entender de maneira muito mais clara o que Jesus quis dizer ao comparar o Reino de Deus com um tesouro que um homem encontrou e escondeu em um campo e depois vendeu tudo que tinha para comprar aquele pedaço de terra no qual havia escondido o tesouro.


Há uma interpretação dessa passagem que me chama muito a atenção e gostaria de compartilhá-la com você.


Nesse caso, o homem que achou o tesouro e o escondeu representa Deus e o campo representa você e eu. Isso nos mostra que Deus foi o primeiro a praticar princípio da honra. Como assim? Honra fala de reconhecimento. No Reino de Deus, o princípio da honra diz respeito a reconhecer e trazer à tona a glória presente em cada pessoa e tratá-la sempre segundo o tesouro que existe nela, elevando-a, celebrando com ela e favorecendo-a, sempre com graça e nobreza. Em outras palavras, honrar é reconhecer, recompensar e favorecer com excelência o tesouro que existe em cada pessoa. Foi exatamente isso que o Pai fez e continua a fazer com você diariamente! Deus é um caçador de tesouros!


Assim como na parábola o homem abriu mão de tudo para adquirir o campo no qual ele encontrou um tesouro, o Senhor viu um tesouro precioso em você quando ninguém mais viu e esteve disposto a dar tudo de si por amor a você. Ele comprou a sua vida por um alto e bom preço, pagando com o sangue de Jesus. O Senhor nunca exigiu que você subisse ao nível d’Ele, mas Ele desceu ao seu nível para poder te elevar. Ele não te tratou segundo seus pecados, erros ou falhas, mas segundo o destino poderoso e o tesouro valioso que Ele viu em você.


“Não nos tratou segundo os nossos pecados, nem nos recompensou segundo as nossas iniquidades. Pois assim como o céu está elevado acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem. Assim como está longe o oriente do ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões”. (Salmos 103:10-12)


“Ele é o que perdoa todas as tuas iniquidades, que sara todas as tuas enfermidades, que redime a tua vida da perdição; que te coroa de benignidade e de misericórdia, que farta a tua boca de bens, de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia”. (Salmos 103:3-5)


O inimigo pode ter tentado jogar todo tipo de entulho e contaminação em sua vida. Porém, ao olhar o campo (você), Deus não viu a sujeira. Ele estava procurando por um tesouro escondido. Por isso Ele pagou tão alto preço por sua vida, pois você não é apenas um campo qualquer; você é um campo muito valioso que contém um tesouro precioso. Como mencionei anteriormente, Deus não vê como nós vemos. Ele tem uma escala diferente para ver as coisas. Ele as vê de outra perspectiva. Onde todos veem pecado, Ele enxerga alguém com um destino poderoso. Onde todos veem problema, Ele vê uma oportunidade especial de manifestar Seu amor e poder. Assim como Ele viu algo diferente em você, o anseio do coração de Deus é que você também veja da perspectiva d’Ele e manifeste Seu amor a todos que você encontrar. Ao invés de olharmos com os olhos naturais, temos o privilégio de ampliar nossa visão e ver através das lentes de amor do Pai. Deus não está interessado em punir ninguém. Ao contrário, o desejo d’Ele é que todos sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade (1 Timóteo 2:4). Ele quer que todos recebam e desfrutem do Seu infinito amor. Que proveito há em apenas ver os defeitos, falhas e pecados de uma pessoa? Muito melhor é mudar a perspectiva e ver o destino lindo que Deus preparou para cada um.


Que sejamos caçadores de tesouros, assim como o Senhor é.



Texto extraído do livro Caça ao Tesouro: Um Guia Prático Para Um Estilo de Vida Sobrenatural



#Deus #Amor #VidaCristã #Identidade

1,164 visualizações

Email: contato@matheusmelo.com / Whatsapp comercial: (19) 98837-3977   © matheusmelo.com - Todos os direitos reservados - Belém, PA