FILHO vs ÓRFÃO



O que significa ter Deus como o seu pai?

Significa que podemos conhecê-Lo, falar e interagir com Ele. Significa que podemos nos relacionar com Ele de uma forma pessoal e íntima. Deus quer que O chamemos de Pai porque é um termo pessoal que se refere a um ser pessoal com quem podemos nos relacionar pessoalmente (Rm 8:14-17).


A palavra Pai implica em interação familiar. Implica dependência, amor e intimidade. Implica também em certas funções e responsabilidades. Um bom pai é comprometido com sua família. Ele ama, protege e provê. Ele amorosamente orienta, corrige, ensina e instrui seus filhos. Um bom pai também lega uma herança para seus filhos (Gl 4:6,7). Se você não conhece a Deus como um pai pessoal e íntimo, você não O conhece verdadeiramente.


Infelizmente muitos cristãos ainda estão vivendo como órfãos, por não conhecerem verdadeiramente o Pai que têm. Eles tem consciência da paternidade de Deus em suas mentes, mas não tem convicção em seus corações. Isso os leva a ter constantes comportamentos que revelam um coração órfão, que não conhece ao Senhor como o Bom Pai que Ele é.


O órfão de espírito, por exemplo, age com base no medo e por isso tenta com frequência controlar e manipular situações e pessoas, pois entende que essa é a melhor forma de se obter ordem. Ao contrário, o filho é confiante e age com base no amor. Ele não tenta controlar ninguém pois sabe que o amor flui na liberdade. O amor confia e acredita. No amor não há temor. O órfão se desespera, se irrita e se frustra quando a coisas não são como ele gostaria que fossem ou quando elas saem do controle. O filho é confiante e descansa pois sabe que o Pai faz todas as coisas cooperarem a seu favor. O órfão desiste e desanima quando perde o controle pois sua fonte está em si mesmo; uma vez que ele sabe que não poderá fazer nada para resolver ele acha que não há solução. O filho permanece sempre esperançoso e confiante pois sua fonte é o Pai e ele sabe que nada é impossível. Além disso o órfão está constantemente buscando por atenção e reconhecimento, fazendo coisas à espera de "premiações emocionais" vindas de outras pessoas. Ele busca por palavras e atitudes que massageiem seu ego e tragam conforto e satisfação ao seu coração, pois não se sente suprido pelo amor do Pai. O filho sabe que sua recompensa é o amor do Pai Celestial e ele é satisfeito nesse amor, por isso faz as coisas por amor afim de que outros também experimente esse mesmo amor que flui de Deus.


Existem diversos outros sinais que caracterizam alguém com um coração órfão. Mas todas eles são provenientes de uma carência de amor e afeto que só podem ser encontradas nos braços do Pai Celestial. Deus ama você e quer que você desfrute da paternidade dEle em sua vida!


Deus é amor e no amor não há medo. Ore ao Pai e pergunte quais traços de orfandade você ainda carrega e quais as verdade dEle sobre você. O Pai anseia por essa intimidade com você. Jesus veio a este mundo com o principal propósito de que você se tornasse filho de Deus assim como Ele (Veja Gl 4:4-6). Convide Jesus para entrar e tocar em todas as áreas do seu coração curando a orfandade. Permita que ele te ensine a receber o amor do Pai por você e desfrutar desse amor como filho querido.


#Paternidade #VidaCristã #Amor #Relacionamentos #Deus #Identidade

356 visualizações

Email: contato@matheusmelo.com / Whatsapp comercial: (19) 98837-3977   © matheusmelo.com - Todos os direitos reservados - Belém, PA